11
dez

PRECISAMOS RECICLAR! SAIBA COMO FAZER A SUA PARTE!

A preocupação com o meio ambiente passou, nos últimos anos, de opcional para algo que não pode ficar de fora de um planejamento. Na arquitetura, pensa-se em projetos e construções sustentáveis, com menor gasto energético, reúso de água, uso de energia renovável, de materiais eco-friendly, de materiais recicláveis, reaproveitamento e outros. Precisamos reciclar, precisamos buscar processos e produtos com menos impacto ambiental e precisamos preservar o meio em que vivemos. Neste texto, nós vamos entender um pouco mais sobre a necessidade de reciclagem, como ela se relaciona com a arquitetura e ver como podemos fazer a nossa parte.

precisamos reciclar
Imagem: villageofcridersville.com

+ SURGIMENTO DA PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL E DA NECESSIDADE DE RECICLAR

Por volta das décadas de 1960 e 1970, o mundo começou a perceber a necessidade de cuidar do ambiente em que vivemos e os primeiros movimentos de preservação ambiental começaram a surgir. Embora alguns eventos e termos tenham surgido um pouco antes, foi nesse período que a necessidade de preservar o meio ambiente começou a se consolidar.

A partir daí, aconteceram conferências cujo tema central era o ambiente. Uma das principais questões levantadas era sobre o desenvolvimento x degradação ambiental. Enquanto países desenvolvidos apoiavam a defesa do meio ambiente, os demais estavam preocupados em vencer a pobreza e, para isso, acreditavam que precisavam se desenvolver a qualquer custo e isso incluía consumir recursos ambientais de forma exacerbada.

precisamos reciclar
Imagem: sfu.ca

Mais tarde, o desenvolvimento sustentável, com seus pilares: ambiental, social e econômico, começa a ganhar força. Várias palavras são incorporadas ao cotidiano não só da produção dentro de grandes indústrias, mas também dentro das residências. As crianças começam a aprender a importância de fechar a torneira, de apagar as luzes e de reciclar os materiais e levam isso para dentro de casa.

Toda a questão de preocupação ambiental e de desenvolvimento sustentável está relacionada ao compromisso com o futuro. Ou seja, a necessidade de preservar para as futuras gerações. Atualmente, várias empresas investem em uma política ambiental que representa o comprometimento com o meio ambiente.

RECICLAR OU REUTILIZAR? QUAL A DIFERENÇA?

Reciclar e reutilizar são dois dos 3Rs da sustentabilidade, o terceiro é reduzir. Há uma confusão grande sobre reutilização (ou reaproveitamento) e reciclagem. Para ajudar no entendimento, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) esclarece os dois conceitos com a seguinte definição:

Reciclagem: processo de transformação dos resíduos sólidos que envolve a alteração de suas propriedades físicas, físico-químicas ou biológicas, com vistas à transformação em insumos ou novos produtos, observadas as condições e os padrões estabelecidos pelos órgãos competentes do Sisnama e, se couber, do SNVS e do Suasa;

Reutilização: processo de aproveitamento dos resíduos sólidos sem sua transformação biológica, física ou físico-química, observadas as condições e os padrões estabelecidos pelos órgãos competentes do Sisnama e, se couber, do SNVS e do Suasa;

 

precisamos reciclar
Imagem: cantonga.gov

Ou seja, enquanto a reciclagem envolve a alteração das propriedades do material, a reutilização não. Por exemplo, fazer um porta-lápis de uma garrafa PET é reutilizar, enquanto usar a garrafa PET para produzir um tecido (após o processamento industrial) é reciclar.

Assim, reciclar e reutilizar não é só evitar que o resíduo ocupe espaço em um aterro sanitário, é evitar que novos recursos sejam extraídos do meio ambiente para fazer um novo produto. Além disso, essas ações também contribuem para o menor custo na hora da produção. Então, é um benefício não só para o meio ambiente, mas um impacto positivo direto para o produtor.

+NESPRESSO: UM EXEMPLO SE RECICLAGEM A SER SEGUIDO

Praticamente todo empreendimento pode adotar alguma prática que contribua para o menor uso de recursos ambientais. Seja uma pequena ação, como reaproveitar uma folha de papel, ou um desafio grande, como reinserir todos os resíduos gerados na cadeia produtiva. O exemplo que vamos mostrar hoje é da reciclagem das cápsulas de café da Nespresso.

precisamos reciclar
Imagem: alcircle.com

As cápsulas de café, cada vez mais comuns devido à popularização das cafeteiras e da preferência do consumidor, representam um problema grande para o meio ambiente. Com o programa de reciclagem de cápsulas, a Nespresso mostra que é possível consumir o seu cafezinho diário e, ao mesmo tempo, fazer a sua parte para preservar o meio em que vivemos. E o programa da empresa não é recente: ele foi criado em 1991, na Suíça.

precisamos reciclar
Imagem: nespresso.com

Mas é só uma cápsula pequena…” Parece algo pequeno, porém, se você parar para pensar na quantidade de cápsulas de café que vão para o lixo diariamente e em quanto espaço elas ocupam, juntas, ou quanto tempo demoram para se decompor, vai perceber que reciclar pequenas coisas (como uma cápsula de café) pode ter grandes efeitos.

As cápsulas são feitas, principalmente, de plástico e alumínio. A composição é necessária para proteger o café e preservar a qualidade. Porém, o problema na reciclagem das cápsulas vai além do alumínio e do plástico. Sabe aquela borra de café que fica no fundo? Ela dificulta o processo. Mesmo assim, a Nespresso aceitou o desafio e usa todo um sistema de reciclagem.

precisamos reciclar
Imagem: treehugger.com

COMO A NESPRESSO RECICLA AS CÁPSULAS DE CAFÉ?

O processo é realizado, basicamente, de forma automatizada. A separação das cápsulas é feita por meio de uma máquina. Depois, outra máquina é responsável pela moagem e separação do alumínio dos resíduos de café. Enquanto o alumínio é destinado para a confecção de outros produtos, os resíduos de café são usados como adubo.

precisamos reciclar
Imagem: circulary.eu

Atualmente, a Nespresso recupera 80% das cápsulas de café vendidas. Há 14.000 pontos de coleta no mundo inteiro. Na hora da extração, a empresa também busca, junto com seus fornecedores, uma extração de alumínio mais sustentável.

+ FAÇA SUA PARTE

A sua parte nessa reciclagem é simples: sabe quando você retira todas as cápsulas usadas da máquina? Então, a única coisa que você precisa fazer é entregá-las em um ponto de coleta (você pode localizar o ponto mais perto de você clicando aqui). Se achar que é difícil entregar as cápsulas, você pode procurar vizinhos ou colegas de trabalho, por exemplo, que também têm cápsulas para reciclagem e combinar uma viagem só em datas específicas.

precisamos reciclar
Imagem: nespresso.com

E é exatamente isso que precisamos para um desenvolvimento sustentável: pessoas que pensam que, mesmo que uma cápsula de café seja pequena, é importante levá-la para a reciclagem. O mesmo acontece com outros materiais: pilhas, garrafas PET, latas e outros resíduos. Também precisamos de empresas que adotem programas ambientais, que pensem e se esforcem ao máximo para consumir menos.

Imagine o espaço que será poupado e a quantidade de recursos que será preservada se cada um fizer a sua parte. Melhor que consumir um café delicioso, é poder consumir essa café sabendo que você fez a sua parte para preservar o meio ambiente para as próximas gerações.

precisamos reciclar
Imagem: nespresso.com

+ PRECISAMOS RECICLAR NA ARQUITETURA TAMBÉM

Quando pensamos em arquitetura e reciclagem, as duas coisas não parecem combinar. Porém, a arquitetura pode estar envolvida em ações sustentáveis e a reciclagem é uma delas. Na hora de projetar, por exemplo, é possível optar por materiais reciclados e desenvolver sistemas de reúso de água, economia de energia e outros.

Um exemplo do uso de materiais provenientes da reciclagem seria o utilizar janelas produzidas com o alumínio das cápsulas de café. Esses materiais reciclados, bem como os reutilizados, também podem ser usados na decoração.

precisamos reciclar
Imagem: archdaily.com

O importante é saber usar a criatividade para enviar o mínimo de resíduos para o descarte e aproveitar o máximo possível dos objetos antes de descartar. Questionamentos como “Será mesmo que não posso aproveitar isso em algum ambiente” e “Qual material é melhor para auxiliar na economia de energia aqui?” são exemplos do que pode ser investigado durante a fase de projeto. Assim, você faz a sua parte no compromisso com o meio ambiente.

E não esqueça: descarte corretamente suas cápsulas de café! Se possível, destine outros materiais, como pilhas, baterias, eletrônicos e mais para a reciclagem/reutilização.